Olá povo abençoado! Hoje vamos embarcar na história de uma adolescente rebelde que teve a dureza do seu coração amolecida pelo amor de Deus.
Qualquer semelhança com o adolescente que você tem em casa, ou até com você mesmo é mera coincidência rsrs. Espero que goste do enredo. E vamos lá!
Salmo 30-11
Vinda de uma família cheia de problemas, ela era revoltada, boca dura, e não via a hora de trabalhar pra dar um jeito de sair de casa. Mas esse comportamento era apenas uma forma de defesa pelas muitas lágrimas que já derrubara ao longo de sua curta e triste vida. No fundo tinha um coração cheio de mágoas, carência e um comportamento depressivo. 
Seus pais se separaram quando ela tinha 3 anos de idade, e desde então ela, sua mãe e seu irmão foram morar na casa da avó. Enquanto sua mãe trabalhava, sua avó e tia cuidavam dela, do irmão e uma prima. Essa foi uma parte boa da infância, ela era a neta preferida, então mesmo havendo situações que ela não gostava ( como existe em toda família ), esse período da infância foi mais  bom do que ruim.
Com o tempo sua mãe se casou novamente, e tiveram que se mudar. Por um lado foi bom, mais liberdade, tudo novo. Mas por outro, não ocorreu tudo conforme o esperado. Nossa personagem não se dava bem com o padrasto, aliás, nem o irmão dela...ele era mesmo alguém de difícil convivência e não demonstrava o mínimo de carinho com eles.
A falta da presença de um pai, a ausência da mãe por causa do trabalho e as constantes brigas com o padrasto geraram uma revolta nessa adolescente. Ela tinha responsabilidades com a escola, com a casa e com os irmãos que agora eram dois), o que não julgava tão ruim, mas seu interior em conflito continuava cada dia pior. Passou a ter pensamentos de fuga e suicídio.
Os dias passaram, o amor da adolescência chegou, mas como já estava tudo errado com seus sentimentos, isso só complicou as coisas. Sua mãe não permitiu o namoro, e a depressão tomou conta dela. As lágrimas e um distúrbio alimentar foi tudo que ela conseguiu viver nesse período. Parece que a profundidade do abismo era maior do que ela podia imaginar e suportar.
Companhias erradas, maus conselhos, visão distorcida, uma família desestruturada...ela tinha tudo pra realmente dar um fim aquela triste vida, principalmente pelo fato de que na adolescência os sentimentos são como um turbilhão, intensos demais.
E quando tudo parecia que não podia piorar, vinha sobre ela uma pancada mais forte...brigas e mais brigas dentro de casa, e ela se afundava na tristeza, nos filmes de terror, em amores não correspondidos.
E assim passaram-se os dias até que, sua tia, irmã de sua mãe, aceitou Jesus numa igreja cristã. E dedicada a família que era, essa tia começou a falar de Deus pra todo mundo, e orar pelos familiares, inclusive, pela adolescente. Ela sempre ouvia a tia falar sobre as coisas de Deus, mas lhe soavam mais como um blá blá blá do que qualquer outra coisa.
Mas num certo período, não é que as orações começaram a surtir efeito! Foi sim! Nossa personagem começou a assistir alguns cultos pela tv, e o Espírito Santo vai se encarregando de fazer todo o processo de convencimento. Se você tem um adolescente difícil em casa, trate com amor e oração ( por mais difícil que isso lhe pareça), porque isso muda tudo e todos!
Nossa personagem começou a ter seu coração quebrantado pela Palavra de Deus, e sentir uma grande necessidade de buscá-lo mais. Seu primeiro contato com Deus em oração foi no seu quarto, com uma das "fitas da igreja" que sua tia lhe emprestou. Eram louvores, que tocaram um coração carente da graça de Deus. A um coração quebrantado e contrito, Deus não despreza...e ali se deu seu primeiro contato real com Deus. Nesse episódio Deus começa a libertar essa jovem de suas prisões ( mesmo que ela ainda não saiba disso).
Mas aparentemente, a vida continuou normal... os problemas não vão embora num passe de mágica. Nem um temperamento é mudado da noite pro dia. É tudo um longo processo, que requer muita força de vontade.Levou um tempo até que aquela jovem tomasse  coragem e a decisão de deixar pra trás as baladas, roupas curtas, vocabulário errado e tantas outras coisas que faziam parte de sua vida e a afastavam tanto de Deus. Mas esse dia chegou, ela aceitou Jesus, e aos poucos, as coisas foram mudando, inclusive, o mais importante, que eram seus sentimentos e comportamento.
Hoje quando olho pra trás, vejo que uma das maiores transformações que Deus realizou em minha vida, foi a da tristeza em alegria. Sim, essa ex adolescente rebelde, sou eu. Ex porque Deus realmente me transformou ( e ainda tem transformado), e porque não sou mais adolescente faz é tempo rsrs Brincadeiras a parte, hoje, mesmo quando passo por situações muito difíceis, não sou mais dominada pela tristeza como era antes...sou habitação de Deus, e Ele me ajuda a manter o equilíbrio dos sentimentos, e isso é maravilhoso. Ainda olho pra trás, e me lembro bem daquele período em que tinha meus sentimentos afundados numa tristeza tão grande, que parecia que eu morreria sufocada neles, e fico feliz, porque hoje eu tenho a paz que excede todo entendimento. E só quem tem sabe do que estou falando.
 Nessa parte, queria te chamar atenção, seja você a mãe de um adolescente assim, ou se você é esse adolescente...Deus tem paciência conosco. E nada que há em nós surpreende a Ele, afinal, Ele nos conhece melhor que nós mesmos. E ainda assim escolheu nos amar. Então deixe esse amor alcançar você, seus sentimentos, sua casa, e grandes mudanças acontecerão. Afeto e insistência por parte dos pais é preciso, e Deus nos mostra isso pela forma com que lida conosco. Já por parte do adolescente, é preciso haver o querer e muita força de vontade pra cumprir essa decisão. É um exercício diário, e as disciplinas espirituais ( jejum, oração e leitura da Palavra) são extremamente necessárias para nos fortalecer em Cristo. E verdadeiramente, Deus fez isso comigo: Converteste o meu pranto em dança; substituíste meu traje de luto por roupas de alegria. " ( Salmo 30-11)
E esse é um pedacinho do meu testemunho, e espero que Deus tenha falado ao seu coração de alguma forma. Que Deus te abençoe e até a próxima.

Deixo aqui meu convite pra acompanhem também nas outras redes sociais :
Fan Page: Estilo Mulher Virtuosa | Instagram: @estilomulhervirtuosa

Deixe um comentário